Ter um cartão empresarial se transformou em sinônimo de praticidade. Fazer compras no dinheiro, além de ser antiquado, é bem menos seguro do que carregar um cartão no bolso. Sem falar na possibilidade de poder contar com limites bem legais em um simples cartão magnético. Cheque? Nem pensar. O cartão de crédito é a celebridade da vez.

Existem no mercado diversos modelos de cartão empresarial, que variam de acordo com a bandeira e instituição responsável. Todos os bancos tradicionais disponibilizam opções em cartões de crédito para seus clientes, começando dos mais simples até os mais robustos, com limites extravagantes e alguns sem limite algum – só para quem pode gastar sem se preocupar com isso.

A análise de crédito é utilizada pelos bancos para determinar a bandeira e limite do cartão empresarial. A palavra crédito representa a confiança que o cliente transmite no mercado. Quem tem a fama de mal pagador dificilmente consegue um cartão de crédito, e, se consegue, o limite tende a ser bem baixo. O certo é que conseguir um cartão empresarial é muito complicado e muitas vezes impossível.

E atenção, nem todos os cartões de crédito oferecidos no mercado são adequados para o seu negócio. Se você é empreendedor, deve escolher sempre cartões de crédito empresariais. Eles são voltados para atender pessoas jurídicas e agregam serviços e funcionalidades que ajudam no gerenciamento financeiro da empresa.

O que é cartão empresarial

A situação é um pouco complicada quando estamos diante de uma pessoa jurídica, que exerce atividades fora do mercado tradicional. Nesses casos, o processo de abertura de conta e solicitação de cartão de crédito pode bastante custoso. Os bancos oferecem poucas opções (caras) para esse perfil de consumidor.

Existem algumas opções de cartão de crédito para empresário individual, para EPPs e grandes empresa sim, mas a maioria muito caras e sem os principais serviços básicos para a gestão empresarial. Quem atua no mercado de forma autônoma demanda uma série de recursos que não podem faltar de forma alguma em um cartão empresarial.

Como funciona um cartão de crédito

Se você é empresário individual e está procurando pela melhor opção de cartão de crédito do mercado, o ideal é entender, num primeiro momento, como funciona o cartão de crédito. Trata-se de um pequeno cartão aparentemente comum, mas que agrega recursos incríveis. Com ele é possível fazer compras online, em lojas físicas e até mesmo saque de dinheiro em espécies, em caixas eletrônicos e bancos.

O cartão de crédito possui alguns itens básicos, que ajudam na segurança e permitem a sua utilização pelo cliente. Um deles é o chip, que permite a leitura e obtenção dos dados quando inserido em uma maquininha de cartões. O número do cartão é impresso na parte da frente, juntamente com o nome do titular e data de validade.

Na parte de trás do cartão de crédito ficam os dados de segurança, como o código identificador de três dígitos (CVV) -o código de segurança do cartão, além de telefones úteis e informações sobre o cartão. É com o número identificador, juntamente com o número do cartão e nome do titular que é possível fazer compras pela internet.

Atenção: tudo que alguém precisa para fazer compras no seu lugar são esses dois dados: número do cartão de crédito e código de identificação. Então é pertinente tomar cuidado para que essas informações não caiam em mãos erradas.

Como funciona o crédito

A cada compra realizada pelo cliente, o valor é abatido do montante total do limite, que vai reduzindo na medida em que o cartão é utilizado. Todo o valor gasto vai para a fatura, que fecha com dia certo, determinado de forma prévia com o cliente. Para ter o limite total novamente, é necessário que a fatura seja devidamente paga, antes da data do vencimento.

Caso não haja pagamento, aparecem os juros. E no caso dos cartões de crédito, estamos falando de valores altos. Agora que você já entende o funcionamento do cartão de crédito e suas principais características, vamos falar dos serviços que não podem faltar em um.

Serviços essenciais em um cartão de crédito para empresário individual

O cartão de crédito para empresário individual deve possuir limite ajustável, conforme as necessidades do cliente. Isso porque o empresário trabalha com demandas flexíveis, mês a mês. Um limite fixo seria uma barreira, tendendo a gerar dificuldades para o empreendedor em suas relações comerciais.

Outro ponto importante diz respeito à utilização das funções, seja para compras em lojas físicas ou lojas virtuais, sem custo adicional. Muitos bancos cobram anuidade nos cartões de crédito, o que pode ser inviável para o pequeno empresário, principalmente aqueles que estão começando no mercado. Taxas de manutenção caras tendem estimular a contração de dívidas.

Logo, a conclusão é que o cartão de crédito para empresário individual deve, ao mesmo tempo, possuir limite flexível e zero anuidade. Dessa forma o empreendedor poderá resolver todos os seus assuntos financeiros sem se preocupar com o limite do cartão e valores adicionais cobrados pelo serviço.

O cartão de crédito ideal para um empresário individual deve, portanto, ser na modalidade pré-pago – como o oferecido pela Conta Digital. Nesse formato, cabe ao próprio empreendedor decidir quanto quer de limite em seu cartão, ao efetuar um pagamento de forma prévia, via depósito bancário. Caso precise de mais limite no cartão, basta inserir mais dinheiro, sem burocracia.

Essa característica, juntamente com a gratuidade, forma o pacote perfeito para auxiliar o empresário individual em suas atividades cotidianas. Viver sem um cartão de crédito se tornou praticamente impossível nos dias atuais, uma vez que o dinheiro em espécie e o tradicional cheque estão entrando em desuso.

Write A Comment